Academia em casa: saiba como montar a sua

Academia em casa: saiba como montar a sua

Você quer manter a sua rotina de atividade física, mas ainda não se sente seguro em ir para a academia por conta da pandemia do coronavírus? Então, saiba que isso não deve ser motivo para parar de se exercitar! Inclusive, esse pode ser o momento perfeito para montar a sua própria academia em casa.

Mesmo antes da crise sanit√°ria, a academia dom√©stica j√° vinha ganhando adeptos por ser uma forma de conciliar a vida corrida com a rotina de exerc√≠cios. Com o ‚Äúnovo normal‚ÄĚ que estamos vivendo agora, essa pode ser a oportunidade ideal para voc√™ apostar na ideia.

Confira 5 dicas de como montar uma academia em casa e continue em dia com a sa√ļde!

5 dicas para montar uma academia em casa

1. Defina seus objetivos

O primeiro passo é saber qual é seu objetivo. Uma academia em casa pode ser destinada tanto a atletas assíduos quanto a pessoas que desejam evitar o sedentarismo. Também pode ser para aqueles que adoram o halterofilismo, que têm como foco perder peso ou que preferem atividades como o yoga.

Ao estabelecer a sua prioridade, isso ajudará você a escolher os equipamentos que precisa adquirir. E lembre-se: não são necessários muitos aparelhos, mas apenas o que for usar.

2. Escolha um espaço

Você não precisa de muito espaço para montar uma academia em casa, mas é necessário garantir o mínimo para ter liberdade de movimentos e fazer os exercícios corretamente.

Também é importante que o ambiente seja iluminado, ventilado e tenha um local para guardar acessórios, como halteres, faixas de resistência e cordas, que podem ser dispostos em estantes e nichos.

Outro ponto de atenção é o piso, que não deve conter carpetes nem ser escorregadio. Você deve também instalar um espelho no local para conferir se está executando os exercícios da forma correta.

3. Opte por equipamentos multifuncionais

Uma boa dica sobre como montar uma academia em casa é escolher aparelhos que sejam multifuncionais. Além de ocuparem pouco espaço, eles têm diversas possibilidades de uso. Isso significa que você pode praticar diferentes exercícios em apenas um aparelho, o que reduz a quantidade de maquinário necessário.

Outra opção também são os equipamentos dobráveis. Eles são práticos e compactos, o que é ótimo para o uso doméstico.

4. Lembre-se do som

Quer sentir-se ainda mais motivado? Lembre-se que a m√ļsica √© um elemento importante para a pr√°tica do exerc√≠cio f√≠sico. Instale boa caixa de som para tocar sua playlist favorita na hora do treino.

Se você prefere pedalar ou correr na esteira enquanto assiste ao jornal, por exemplo, uma boa opção é colocar uma TV no local.

5. N√£o abra m√£o do acompanhamento profissional

Por fim, vale lembrar sobre a import√Ęncia de contar com o suporte de um profissional da √°rea tanto para a montagem da academia, quanto para o monitoramento dos exerc√≠cios. Durante a quarentena, isso pode ser feito por videochamadas, garantindo o distanciamento social.

Como você viu, não é preciso muita coisa para montar sua academia em casa. Com pouco espaço e investimento, você consegue manter uma excelente rotina de exercícios.

E se, no fim da pandemia, você precisar destinar o espaço da academia doméstica para outra finalidade, conte com a opção de usar um box de um self storage para guardar o que quiser.

Gostou deste artigo? Ent√£o, aproveite para ler mais textos em nosso blog!

Ideias de como deixar uma cozinha pequena mais funcional

Ideias de como deixar uma cozinha pequena mais funcional

Est√° cansado de n√£o ter o espa√ßo que deseja em casa? Pois saiba que, com algumas ideias simples, √© poss√≠vel deixar a cozinha funcional, otimizando o ambiente e aproveitando melhor os c√īmodos.

Para isso, a organiza√ß√£o √© uma premissa b√°sica em lugares pequenos ‚Äď sobretudo na cozinha, que √© o lugar onde comemos e guardamos a comida. Por utilizarmos esse espa√ßo com tanta frequ√™ncia, √© fundamental manter bem organizado para que a rotina seja mais tranquila e prazerosa.

Ent√£o, quer saber como organizar uma cozinha funcional, transformando-a em um lugar pr√°tico e agrad√°vel? Vem com a gente e confira as dicas a seguir!

Cozinha funcional: como otimizar o seu espaço?

Planeje de acordo com as suas prioridades

O primeiro passo para ter uma cozinha funcional é planejar o espaço de acordo com as necessidades dos moradores.

Principalmente em cozinhas pequenas, é importante considerar o que é prioridade para você: eletrodomésticos modernos, fogão de seis bocas e uma grande quantidade de louças ou utensílios mais práticos e menores?

De nada adianta investir em aparelhos que só ocuparão espaço nas prateleiras, concorda? Então, considere o que você mais precisa para tornar a cozinha funcional.

Verticalize o espaço

Uma boa estrat√©gia para organizar cozinhas pequenas √© utilizar os espa√ßos verticais. Aposte nas superf√≠cies das paredes e aproveite bem essas √°reas livres. E voc√™ n√£o precisa colocar apenas arm√°rios suspensos: h√° uma s√©rie de op√ß√Ķes interessantes como prateleiras, nichos e ganchos, por exemplo.

Com essas peças de apoio, você pode guardar suas louças, dispor utensílios, organizar temperos e colocar alguns eletrodomésticos. Com boa organização, é possível até mesmo usar o espaço para criar pequenas hortas.

Al√©m de deixar a cozinha funcional, a verticaliza√ß√£o ajuda a compor a decora√ß√£o do c√īmodo, unindo beleza e praticidade.

Use a bancada para integrar

Em apartamentos pequenos, a cozinha com bancada é uma ótima forma de integrar os espaços e, assim, aproveitar melhor os ambientes.

Mas, para garantir a funcionalidade da cozinha, é importante levar em conta aspectos como: os pontos de água, o lugar do fogão, o espaço para a geladeira e uma área livre para garantir locomoção aos moradores.

Isso √© essencial para que voc√™ tenha um local adequado para o preparo das refei√ß√Ķes.

Pense nas propor√ß√Ķes

Por fim, uma dica essencial para deixar a cozinha funcional e bem organizada √© pensar nas propor√ß√Ķes entre o tamanho do c√īmodo e seus elementos. Isso n√£o apenas trar√° mais praticidade, como tamb√©m deixar√° a decora√ß√£o mais harm√īnica.

Para isso, você pode optar por móveis planejados, para caber exatamente no seu espaço, ou modulados, para conciliar perfeitamente design e proporção.

O mesmo vale para eletrodomésticos e demais utensílios. Além de pensar no tamanho adequado, evite deixar sua cozinha abarrotada de coisas. Isso dificulta a organização no dia a dia e ainda traz um aspecto negativo para a composição estética.

Essas s√£o algumas dicas simples, mas poderosas para tornar sua cozinha funcional.

Além dessas estratégias, lembre-se ainda de que, quando for renovar seus móveis e eletrodomésticos, você tem a opção de contar com um box de self storage para liberar espaço em sua casa e manter a cozinha agradável.

Gostou do conte√ļdo? Ent√£o, continue acompanhando nosso blog e tenha uma vida mais organizada e prazerosa!

Dicas práticas de como organizar o quarto do bebê

Dicas práticas de como organizar o quarto do bebê

√Č m√£e de primeira viagem e ainda n√£o sabe como organizar o quarto do beb√™ de maneira pr√°tica? Isso √© normal! Afinal, o momento √© de tanta novidade que, √†s vezes, n√£o sabemos nem por onde come√ßar.

Além disso, é comum que, durante a montagem do enxoval, as mães comprem várias peças e também ganhem muita coisa. Por isso, é importante organizar o quarto tanto para conseguir comportar tudo, quanto para mantê-lo prático no dia a dia.

Pensando nisso, separamos 4 dicas essenciais sobre como organizar o quarto do bebê e garantir máxima funcionalidade. Confira!

4 dicas sobre como organizar o quarto do bebê

1. Organize as gavetas

Já lavou, dobrou e separou todas as roupinhas do bebê, mas não sabe se terá espaço para guardá-las? Então, o primeiro passo é otimizar as gavetas. Para isso, você pode utilizar separadores próprios para aproveitar melhor esses espaços.

Assim, você pode categorizar meias, fraldas, acessórios e demais peças em cada divisória. Uma boa dica aqui é acomodar as roupas do bebê conforme a idade. Por exemplo, na primeira gaveta, as de recém-nascido até três meses. Na segunda, de três a seis meses.

A ideia é colocar as peças que serão usadas com mais frequência nas gavetas de cima para facilitar no dia a dia. Além das roupas, você também pode acomodar nas gavetas toalhinhas, lençóis e cobertores.

2. Mantenha o arm√°rio organizado

Fora as gavetas, o armário também deve estar sempre organizado. Para isso, reserve as partes mais acessíveis para as peças de uso frequente. Uma dica é separar as roupas por cor e tamanho, além de enfileirar os calçados na parte debaixo do armário. Isso facilita as escolhas no cotidiano.

No caso de itens que ainda vão demorar para ser usados, você pode usar cestos e caixas para colocá-los na parte de cima do guarda-roupa. Aproveite para etiquetar cada recipiente por idade, simplificando à medida que o bebê for crescendo.

3. Otimize a √°rea do trocador

Para que voc√™ saiba como organizar o quarto do beb√™ de maneira pr√°tica e funcional, n√£o se esque√ßa de otimizar a √°rea do trocador. Para agilizar o processo no dia a dia, deixe os itens de higiene pr√≥ximos ao local. Assim, na hora de trocar o seu filho, voc√™ consegue ter acesso f√°cil √†s fraldas, len√ßos umedecidos, pomadas, algod√Ķes etc.

E, para unir organização à decoração, a dica é personalizar este cantinho. Você pode usar, por exemplo, acessórios com o nome do bebê, saquinhos pendurados para guardar os objetos e enfeites na parede para deixar o quarto ainda mais acolhedor.

4. Use prateleiras e organizadores

Outra dica sobre como organizar o quarto do bebê e ainda dar um toque na decoração é usar e abusar das prateleiras e organizadores. Além de serem muito práticas e deixar tudo sempre à mão, elas ajudam a compor o décor e a enfeitar o ambiente.

Os organizadores são ótimos para ganhar espaço. Aproveite aqueles cantos inutilizados, como embaixo do berço ou atrás da porta. Você também pode usar potes nas prateleiras ou dentro das gavetas.

Por fim, se, mesmo com todas essas dicas, você precisar de mais espaço no quarto, há a opção de usar um box de self storage. Lá, você pode guardar os itens que ainda não estão em uso ou as peças que já não servem mais no bebê, mas que você não quer se desfazer.

Agora que você sabe como organizar o quarto do bebê, continue de olho em nosso blog!

Apartamento studio: vale a pena?

Apartamento studio: vale a pena?

Uma das principais tend√™ncias do mercado imobili√°rio √© o apartamento studio. Geralmente, nesse tipo de im√≥vel, o ambiente individual √© mais compacto e com c√īmodos integrados, enquanto as √°reas comuns do pr√©dio s√£o maiores e com uma variedade de fun√ß√Ķes.

Para saber se morar em um apartamento studio vale a pena, é preciso entender quais são as vantagens e desvantagens desse tipo de empreendimento.

Entenda melhor, a seguir, e veja se você tem o perfil de morador adequado para esse local!

O que é um apartamento studio?

O apartamento studio √© caracterizado por ser compacto, possuindo cerca de 30 a 40 m¬≤. Os ambientes, como sala e cozinha, s√£o integrados e com poucas divis√≥rias. Geralmente, o √ļnico c√īmodo separado por parede √© o banheiro e √†s vezes o quarto.

Apesar da reduzida área interna, alguns podem ter uma pequena varanda. Além disso, os prédios também oferecem várias áreas de lazer.

Quais s√£o as vantagens do apartamento studio?

Baixo custo

Devido ao tamanho do apartamento studio, o preço de aluguel ou compra costuma ser mais acessível. Por isso, esse tipo de imóvel é bastante atrativo tanto para moradores quanto para investidores.

Praticidade

O espa√ßo compacto √© muito √ļtil para quem tem uma rotina din√Ęmica e corrida. Tudo fica mais pr√°tico no dia a dia, sem falar que voc√™ ter√° menos trabalho com a limpeza da casa.

Décor moderno

Para combinar com a vida contempor√Ęnea, os apartamentos studios contam com um design moderno e layout vers√°til, que pode ser combinado com os mais variados estilos de decora√ß√£o. Assim, voc√™ pode personalizar o local, deixando-o com a sua cara.

Localização

Voltado ao estilo cosmopolita, o apartamento studio fica em regi√Ķes centrais, com f√°cil acesso a todos os servi√ßos necess√°rios no dia a dia. Al√©m disso, a localiza√ß√£o oferece boa mobilidade, permitindo ao morador chegar r√°pido ao trabalho ou √† faculdade, por exemplo.

Quais s√£o as desvantagens do apartamento studio?

Tamanho

Se, por um lado, a pequena metragem dos apartamentos studios tem suas vantagens, por outro, isso pode representar um ponto negativo. No caso de famílias com três ou mais membros ou pessoas que gostam de receber visitas, é possível ficar sem espaço em casa.

Regi√£o central

Outra desvantagem se aplica a pessoas que gostam de morar em regi√Ķes mais tranquilas e perto da natureza. Como os apartamentos studios ficam em regi√Ķes centrais, o morador pode conviver com ruas movimentadas, avenidas badaladas e barulho at√© altas horas.

O studio é a opção ideal para mim?

Como você viu, o apartamento studio tem muitas vantagens, pois é bastante prático e funcional. Por esse motivo, o perfil de morador que mais procura por esse tipo de imóvel são as pessoas solteiras, estudantes e que moram sozinhas ou até mesmo recém-casadas.

Al√©m disso, os apartamentos studio costumam ser localizados em regi√Ķes acess√≠veis, privilegiadas e com diversas facilidades por perto. No pr√≥prio pr√©dio, tamb√©m √© comum haver √°reas de lazer, academia, quadras esportivas e demais servi√ßos.

Tudo isso mostra que este tipo de im√≥vel √© uma op√ß√£o alinhada ao mundo contempor√Ęneo. Se voc√™ tem esse perfil, ent√£o saiba que o apartamento studio vale a pena para voc√™, pois ele traz justamente um estilo de vida din√Ęmico e com esp√≠rito moderno.

Para mais conte√ļdos sobre casa e organiza√ß√£o, continue acompanhando o blog da Guarde Perto e fique ligado nas tend√™ncias!

Self storage para estoque: funciona?

Self storage para estoque: funciona?

Para quem tem empresa, usar um self storage para estoque é uma excelente opção. Essa é uma estratégia que tem sido cada vez mais adotada por empreendedores, sobretudo aqueles que atuam com e-commerces e lojas virtuais.

Quer entender por que essa solução pode ser interessante para você? Então, veja as vantagens do self storage para estoque e escolha a melhor opção para a sua necessidade!

As vantagens do self storage para estoque

Em muitos casos, os proprietários têm um local próprio para a produção e a gestão do seu negócio, mas falta espaço para organizar e manter uma boa quantidade de produtos.

Diante disso, o self storage vem sendo adotado como uma ótima estratégia para empresas. Afinal, aumentar o espaço de uma loja física ou alugar um imóvel somente para o estoque de lojas virtuais não é a solução mais acessível.

Com muito mais vantagens, o self storage para estoque tem sido a preferência de muitos empreendedores. Veja os benefícios, a seguir:

Baixo investimento

Os preços são acessíveis e adequados ao tamanho do seu box, representando um excelente custo-benefício Рisso sem prejudicar o orçamento da empresa.

Segurança

Com acesso restrito, uso de senha, chaves individuais e sistema de monitoramento, seu estoque fica muito mais protegido.

Otimização de espaço

Com o estoque guardado no self storage, seu ambiente de trabalho fica mais organizado, espaçoso e produtivo.

Armazenamento adequado

Os boxes do self storage possuem condi√ß√Ķes adequadas de higieniza√ß√£o e manuten√ß√£o contra pragas, garantindo o correto armazenamento de seus produtos.

Gest√£o de estoque

O self storage para estoque permite que você tenha mais produtos para pronta-entrega e melhora a logística, trazendo mais lucratividade para os negócios.

Como organizar seu estoque em um self storage?

Para organizar o estoque em um self storage, é simples. Em primeiro lugar, considere sua capacidade produtiva e uma média do tempo do ciclo de venda dos seus produtos. Assim, você pode calcular o tamanho necessário para o seu estoque. Como os boxes têm diferentes metragens, você evita pagar a mais por um espaço inutilizado, por exemplo.

Considere também datas comemorativas, campanhas promocionais ou épocas do ano em que o seu produto sai mais. Dessa forma, você poderá manter a quantidade de produtos deal no seu estoque, controlando a reposição com maior eficiência.

Como escolher o melhor self storage para a sua necessidade?

Mas, afinal, como escolher um self storage? Para que você possa eleger a opção mais adequada à sua necessidade, leve em conta os seguintes fatores:

Localização

Para facilitar a sua logística, escolha um self storage com fácil acesso e praticidade para a guarda e retirada dos objetos.

Segurança

Avalie o sistema de segurança do local e as regras de acesso, certificando-se de que seu estoque ficará protegido e, assim, você não terá prejuízos.

Tamanho do box

Com boxes de várias metragens, escolha aquele que atende às suas necessidades, ou seja, que tem espaço o suficiente para manter um estoque de acordo com a sua produção.

Infraestrutura

Avalie a infraestrutura do local e veja se h√° boas condi√ß√Ķes de guarda para que os seus produtos n√£o corram risco de deteriora√ß√£o.

Agora que você conhece as vantagens dessa solução, acha que o self storage pode ser ideal para o seu negócio? Então, conheça a Guarde Perto e solicite um orçamento!

Como guardar móveis desmontados?

Como guardar móveis desmontados?

Você tem móveis que não estão sendo usados, mas quer mantê-los em bom estado? Então, saiba que guardar móveis desmontados é uma ótima solução. A grande vantagem é que, além de manter a conservação do mobiliário, você desocupa espaço; obtendo um melhor aproveitamento da sua casa ou de seu escritório.

Contudo, para que os seus objetos não sejam danificados, é preciso tomar alguns cuidados. Quer saber como guardá-los da forma correta? Acompanhe as dicas que separamos para você!

Qual a forma ideal de guardar móveis desmontados?

1. Embale tudo com pl√°stico-bolha

Assim que desmontar os seus m√≥veis, o primeiro passo √© embalar todas as pe√ßas antes de guard√°-las. Voc√™ pode usar materiais como pl√°stico-bolha, que √© √≥timo para proteger itens menores, mais fr√°geis e delicados, amenizando impactos. Para os objetos maiores, como tampos de mesa ou portas de arm√°rio, o papel ondulado evita arranh√Ķes e preserva o acabamento.

2. Separe porcas e parafusos

Não esqueça de guardar pequenas peças, como porcas, parafusos e puxadores. Separe-as em um local, deixando todas juntas. Assim, você evita a perda na hora de remontar o seu móvel. Uma boa dica também é prendê-las em uma parte do móvel correspondente para não misturar com as de outros móveis.

3. Identifique as partes de um mesmo móvel

Outra boa ideia para facilitar a remontagem dos seus m√≥veis √© identificar todas as pe√ßas que fazem parte de um mesmo objeto. Para isso, antes de guardar m√≥veis desmontados, anote o nome de cada parte, como ‚Äúfundo‚ÄĚ ou ‚Äúlateral do guarda-roupa‚ÄĚ.

4. Marque os itens fr√°geis

Na hora de guardar móveis desmontados, é importante também marcar os itens que são frágeis. Não coloque nada sobre eles, pois isso pode danificá-los. O peso de outras peças pode causar empenamento e manchas devido ao contato com superfícies.

5. Evite mofo e empenamento

Mais uma dica para guardar móveis desmontados é ter alguns cuidados com certos tipos de materiais. A madeira, por exemplo, precisa estar bem limpa, seca e embalada antes de ser guardada. Ela, naturalmente, já se desgasta com o tempo Рe, se não for guardada de modo adequado, pode estragar ainda mais rápido.

Por isso, evite locais com calor excessivo ou umidade para não causar mofo. Você ainda pode utilizar sacos antimofo para aumentar a proteção. Coloque3 na posição horizontal para que as peças não enverguem e fiquem empenadas.

6. Tome cuidado com o empilhamento

Outro cuidado fundamental é empilhar os móveis da melhor forma. As peças mais pesadas devem ficar embaixo para não danificar as demais. Usar isopor entre partes desmontadas e calços nos pés de mesas e cadeiras também são boas dicas para prevenir estragos.

7. Guarde os móveis em local apropriado

Escolher o local correto para guardar m√≥veis desmontados tamb√©m √© importante. Procure um espa√ßo com boas condi√ß√Ķes de limpeza e com temperatura adequada. Caso voc√™ n√£o tenha este lugar √† disposi√ß√£o, uma boa op√ß√£o √© utilizar um self storage.

O self storage √© um ambiente destinado para a guarda de objetos, com as condi√ß√Ķes ideais de armazenamento. Inclusive, o pre√ßo de um self storage tem √≥timo custo-benef√≠cio. Assim, voc√™ pode deixar, com tranquilidade, seus m√≥veis conservados e em seguran√ßa.

Gostou dessa solução e quer saber mais sobre como funciona? Saiba que, além de guardar móveis desmontados, você pode locar esses ambientes para diversas finalidades.

Veja o que pode ser guardado em um self storage e ganhe mais espaço!

Como embalar móveis para mudança?

Como embalar móveis para mudança?

Está planejando uma mudança e quer que seus móveis cheguem em bom estado na casa nova? Saiba que embalar móveis da maneira adequada é essencial para garantir uma boa proteção e evitar danos na hora do transporte.

Pensando nisso, vamos te ajudar, com as dicas a seguir, a embalar móveis para mudança corretamente. Veja como se planejar para transportá-lo com segurança!

Como embalar os móveis para mudança?

1. Providencie os materiais necess√°rios

Para embalar móveis corretamente, você precisará de materiais adequados no processo de mudança. Os mais utilizados são:

  • Pl√°stico-bolha;
  • Papel ondulado;
  • Placas de isopor.

O plástico-bolha é ótimo para proteger itens frágeis, como tampos de vidro e espelhos. Enrolando algumas camadas nas peças, você evita danos por batidas ou quedas.

J√° o papel ondulado √© indicado para m√≥veis maiores e pe√ßas mais resistentes. Basta envolv√™-los com o papel, lacrando com uma fita para empacotamento. Assim, seu m√≥vel fica protegido de pancadas e arranh√Ķes.

Por fim, as placas de isopor ajudam a proteger aparelhos eletrodom√©sticos e eletr√īnicos. Para evitar atrito entre as pe√ßas durante o transporte, revista os produtos com peda√ßos de isopor grossos, colando com uma fita adesiva.

2. Faça a desmontagem e embalagem com tempo

Outra dica é dedicar tempo suficiente para essa etapa. Quanto melhor a embalagem, mais protegidos seus objetos ficarão. Sendo assim, desmonte os móveis com calma e cuidado, evitando que sejam danificados pela pressa.

No processo de desmontar e embalar, lembre-se também de identificar os itens frágeis. Dessa forma, na hora de organizá-los para o transporte, você saberá onde cada embalagem deve ficar Рse por cima (os itens mais leves e frágeis) ou por baixo (os itens mais pesados e resistentes).

3. Desmonte e agrupe os m√≥veis por c√īmodo

Para facilitar o processo de embalar m√≥veis, fa√ßa a desmontagem por c√īmodo. Ao agrupar as pe√ßas setorialmente, voc√™ evita que elas se misturem e acabe fazendo a embalagem indevidamente.

Aqui, tamb√©m √© importante identificar nas embalagens tanto o m√≥vel quanto o c√īmodo correspondente. Por exemplo, ‚Äúcama do quarto de casal‚ÄĚ, ‚Äúcama do quarto de h√≥spedes‚ÄĚ e assim por diante.

4. Separe porcas, parafusos e peças menores

Ao desmontar seus móveis, não se esqueça de guardar todas as peças, como porcas, parafusos e outras. Você pode usar um saquinho para guardar ou até enrolá-las em um plástico-bolha, deixando bem vedado.

Lembre-se de colocar todas as pecinhas juntas e identifique a que móvel elas pertencem. Assim, será mais fácil na hora de montar cada móvel na casa nova.

5. Identifique as partes que comp√Ķem cada m√≥vel

Al√©m de identificar as pe√ßas correspondentes ao m√≥vel, outra boa dica √© rotular cada parte de um m√≥vel. Por exemplo: ‚Äúfundo do arm√°rio da cozinha‚ÄĚ, ‚Äútampo da c√īmoda de solteiro‚ÄĚ etc. Isso facilitar√° ‚Äď e muito ‚Äď a montagem dos seus m√≥veis.

Seguindo essas dicas, você vai embalar móveis para mudança de forma correta e prática. Assim, poderá preservá-los durante o transporte e na hora de descarregá-los também. 

Para te ajudar ainda mais nesse processo, confira outras dicas para facilitar a sua mudança!

Ganhar espaço em apartamento pequeno: como fazer?

Ganhar espaço em apartamento pequeno: como fazer?

Você sofre com a falta de espaço em apartamento pequeno? Pois saiba que essa também é a realidade da maioria das pessoas. Com os imóveis cada vez menores e o preço do metro quadrado cada vez mais alto, é preciso apostar na otimização dos espaços para ganhar um respiro.

Quer saber como aproveitar melhor o seu espaço em apartamento pequeno? Então, confira as dicas que separamos para você!

Como ganhar espaço em um apartamento pequeno?

Repense a disposição dos móveis

Otimizar um espaço pequeno é questão de estratégia. Muitas vezes, apenas mudando a disposição dos móveis, você consegue aproveitar melhor os ambientes.

Além disso, repense a quantidade e o tamanho do seu mobiliário. Verifique se realmente você precisa ou utiliza todos os seus móveis e se eles são adequados ao espaço que tem.

Deixe sempre os arm√°rios organizados

Uma boa organização dos pertences é fundamental em qualquer ocasião, não é mesmo? E, em um espaço pequeno, ela é ainda mais importante. Isso porque a bagunça pode tomar mais espaço do que o necessário, dando a sensação de que seu apartamento é menor.

Por isso, a dica é: deixe seus armários bem arrumados. Ao organizar um guarda-roupa pequeno de casal, por exemplo, você sentirá os benefícios não apenas no espaço, mas no seu dia a dia. Além de trazer mais organização para o ambiente, você ganha praticidade e a boa sensação de que tudo está em seu devido lugar.

Invista em itens de decoração e móveis funcionais

Quando um espaço é pequeno, apostar na funcionalidade é uma das melhores saídas. Tanto os móveis e eletrodomésticos quantos os itens de decoração precisam ser pensados para trazer mais praticidade e melhor aproveitamento dos ambientes.

Voc√™ pode usar, por exemplo, fornos de embutir, m√°quinas de lavar com secadora, mesas e sof√°s dobr√°veis e cama-ba√ļ. Outra excelente op√ß√£o s√£o as prateleiras, que servem tanto para pe√ßas de decora√ß√£o quanto para guardar objetos sem ocupar espa√ßo pela casa.

Explore o uso de espelhos para ampliar o espaço visualmente

Para ganhar espaço em apartamento pequeno, outra boa dica é: pense não apenas no aspecto físico, mas também na sensação daquele espaço.

Nesse sentido, os espelhos são grandes aliados. Além de valorizar o ambiente dando um ar sofisticado, dão a sensação de amplitude e de que o local é maior do que realmente é.

Sempre que poss√≠vel, integre c√īmodos e espa√ßos

Uma boa dica para ganhar espa√ßo em apartamento pequeno √© evitar as divis√Ķes entre os c√īmodos. A integra√ß√£o entre quarto e home office ou sala e cozinha, por exemplo, tem sido tend√™ncia nos projetos arquitet√īnicos.

E isso traz muito mais praticidade e funcionalidade ao ambiente. A integração permite uma circulação livre, facilita a organização e, ainda, dá a sensação de amplitude, já que tem menos portas e paredes.

Considere guardar itens pouco utilizados em outro local

Por fim, a √ļltima dica √© para que voc√™ pense sobre os itens que realmente utiliza no seu cotidiano. Muitas vezes, objetos ficam parados apenas ocupando espa√ßo em casa. Mesmo que voc√™ n√£o queira se desfazer deles, existe a op√ß√£o de guard√°-los em outro local, j√° que n√£o precisa dos itens no dia a dia.

Para isso, opte por um self storage, espaços destinados especificamente para a guarda de objetos. Você sabia que existe uma ampla variedade de itens que podem ser guardados nele?

Se precisa de um lugar assim para ganhar espaço em apartamento pequeno, acesse nosso site e aproveite para conhecer mais sobre as possibilidades do self storage!

Empreender em casal: 5 dicas essenciais

Empreender em casal: 5 dicas essenciais

Você tem vontade de criar um negócio a dois? Então, saiba que, para empreender ou trabalhar em casal, é preciso tomar alguns cuidados. Isso porque ter um parceiro tanto na vida pessoal quanto na profissional pode ser desafiador.

Por isso, veja algumas atitudes que podem ajudar os casais a trabalharem juntos, sem deixar que os problemas afetem a sua relação pessoal.

Conhe√ßa 5 dicas e sugest√Ķes para criar uma parceria saud√°vel e de sucesso!

5 dicas para trabalhar em casal

1. Defina o propósito e a motivação em comum

O primeiro passo para uma parceria saud√°vel √© encontrar um prop√≥sito em comum. √Č claro que √© necess√°rio respeitar as individualidades e as maneiras de pensar de cada um.

Contudo, os perfis devem ser complementares e ambos precisam estar alinhados em seus objetivos. Da mesma forma, a motivação, as metas e os sonhos deverão ser cultivados em conjunto para que o negócio dê certo.

2. Determine fun√ß√Ķes e responsabilidades

Outra dica importante √© evitar a sobrecarga de atividades em uma ou outra pessoa. Por isso, √© essencial definir as fun√ß√Ķes e responsabilidades de cada um. Sendo assim, analise quais s√£o as habilidades e os pontos fortes que cada pessoa tem e distribua as tarefas.

3. Respeite os métodos de trabalho do outro

Diverg√™ncias e momentos de conflito s√£o comuns em qualquer rela√ß√£o ‚Äď e nos neg√≥cios, isso tende a acontecer ainda mais. O desafio √© maior quando atuamos com pessoas pr√≥ximas, pois a toler√Ęncia costuma ser menor com quem temos intimidade. Por isso, lidar com essas situa√ß√Ķes requer uma aten√ß√£o redobrada quando se trata de trabalhar em casal.

Alguns dos problemas mais comuns quando se resolve empreender junto é querer impor o seu método de trabalho ao outro ou não aceitar quando um pensa diferente, por exemplo. Portanto, lembre-se de que o respeito e a empatia devem vir em primeiro lugar, evitando ofensas e impulsividades.

4. Estabeleça e respeite limites

Para trabalhar em casal e, sobretudo, se o negócio for em casa, é preciso estabelecer limites. No sentido do ambiente físico, por exemplo, organizar um escritório pequeno é importante para que cada um tenha seu espaço e possa trabalhar de modo saudável.

Até mesmo a forma de tratar o outro precisa ter equilíbrio. Na hora de trabalhar, estabeleça um tratamento profissional entre vocês e também com os funcionários, sem misturar os assuntos pessoais com os do negócio.

5. Separe tempo para lazer ‚ÄĒ sem falar de trabalho!

Por fim, uma dica primordial para trabalhar em casal √© construir uma vida equilibrada entre servi√ßo e lazer. Como os dois estar√£o empenhados no mesmo neg√≥cio, a tend√™ncia √© falar o tempo todo de trabalho, esquecendo das quest√Ķes pessoais.

Isso pode ser prejudicial tanto para o bem-estar do casal quanto para a relação afetiva, que ficará em segundo plano. Portanto, comece fazendo uma boa organização pessoal para separar os momentos adequadamente.

Como você viu, trabalhar em casal pode ser desafiador, mas é também algo construtivo. Além de fortalecer o vínculo entre os dois, vocês podem crescer juntos na profissão para alcançar objetivos e realizar sonhos.

Para mais dicas como essas, continue lendo nosso blog e tenha uma vida mais saud√°vel!